Negro Rei

Loading...

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Lasso Coração

 

Lasso coração.

                                                     
                                                Perdoa-me pela omissão
                                                   Vi tudo se desfazer
                                            árdego presente da emoção
                                         Medo precipuo por anteceder
                                                      Coração lasso
                                       Que te ver nos deuses e em tudo
                                             Um novo céu ,o sagrado
                                               De enlevo não durmo
                                           Pernoito com a esperança
                                              Sem quase perceber
                                          Que a noite é uma criança
                                          E então vejo o amanhecer
                                            Um corpo incêndiando
                                   Nas despedidas sem movimento
                                        Enganos que por encantos
                                     Denunciam meu pensamento
                                      Desejando o amante confidente
                                   Um homem com amor de verdade
                                      Impávido no trato do que sente
                               Conhecedor do mistério e da realidade
                                   Um sonhador com o pé no chão
                                                    Onde andas...
                                   Defensor da vida por inspiração
                                               Por onde andas?...

Nenhum comentário:

Postar um comentário