Negro Rei

Loading...

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Delicado

 

DELICADO


Ai...agente recusa o que pode
E,não,ao dedo da morte
As luzes das vozes
recusa o que ,no coração explode
Dizendo que sofre
É chora!
Arrependido da sorte
Que enquanto pode
Não disse que amava...

Nenhum comentário:

Postar um comentário